Destaque da semana

Loading...

terça-feira, 24 de março de 2009

A Verdade, por J.J. Benítez

Gostaria de abrir esse blog com um texto que me veio "por acaso" enquanto estava pensando nos objetivos e a missão deste site. Deixo com vocês esse maravilhoso pensamento deste fenomenal pesquisador inspirado pelos aliens de luz que é J.J. Benitez.

Que os Mestres estejam Presentes.

Paz e Luz.

Vento do Nascente

Como uma faca rente ao chão.


Assim passou por mim o vento da SABEDORIA.


E interroguei-o sobre a aflição.


- Não há maior aflição no Cosmo - silvou - do que não haver estado aflito nunca.


E as procissões de adagas seguiram acutilando o poente.


- Mas, dize-me, onde posso encontrar a VERDADE?


E antes que o vento do nascente pudesse responder, interroguei-o outra vez:


- Talvez no fim do caminho!


As facas se transformaram em serpentes sem cabeça que, entrando na poeira do meu caminho, sentenciaram:


- A VERDADE é exatamente o caminho.


- Dize-me, o que é a impaciência?


- Veneno para o espírito.


Enroscado em si mesmo, o vento do nascente continuou levantando a poeira dos bosques.


- E a cólera?


E o vento, distraidamente, sussurrou em meus ouvidos:


- A cólera é uma pedra lançada num vespeiro.


- Em ti, ó vento da SABEDORIA, está o poder de envelhecer os que buscam a VERDADE. Como poderei encontrá-la antes de ficar velho?


E as facas rente ao chão se afastaram e foram cravar-se no Sol, gravando em meu coração uma última resposta:


- A VERDADE não se encontra, sente-se... sente-se... sente-se...


(Texto extraído do excelente livro “A Outra Margem” – J. J. Benítez – Editora Mercuryo).


Nenhum comentário:

Postar um comentário