Destaque da semana

Loading...

terça-feira, 31 de março de 2009

Joaquim fala sobre o motivo dos extraterrestres virem à Terra


Responsabilidade do espírito encarnado no Planeta Terra

Eu quero neste “boa noite” que damos todo dia voltar ao ponto que conversamos outro dia: a responsabilidade.

Paulo diz que o ser humano é como uma criança e já provamos que é. Neste momento em que tanto se fala de mudança do planeta, está na hora de crescermos um pouco. Está na hora de mostrar que não somos mais a criança inconseqüente espiritualmente falando que nós mesmos acreditamos que somos. Está na hora de reassumir a nossa responsabilidade como espíritos que somos frente a todo Universo.

Muito se fala em aparecimento de discos voadores, muito se fala em extraterrestres, mas o real sentido da vinda desse seres ao planeta ninguém compreendeu até hoje. Eles precisam vir porque os espíritos encarnados na Terra com a sua irresponsabilidade podem influenciar a vida deles. Eles, como seres maduros que são espiritualmente falando, terão que vir aqui dar um puxão na orelha.

Não estou falando de guerra, de dominação, mas de ascensão moral. Eles precisam vir para moralmente nos reduzir àquilo que somos: o planeta mais atrasado do Universo. Precisam vir para alertar aos espíritos encarnados na Terra da arrogância e soberba das crianças espirituais que habitam este planeta e que se consideram capazes de fazer aquilo que querem e imaginam…



Está na hora de esta noite, antes de dormir, pensar nisso. Pensar nesta responsabilidade que temos para com toda a obra de Deus que seus olhos não alcançam. Está na hora de entendermos que o Universo é muito mais do que aquilo que podemos ver, pegar, cheirar ou ouvir. Está na hora de amadurecermos como espíritos que somos.

Esta maturidade que estou falando não tem nada a ver com a perda sa felicidade, mas sim com assumir os compromissos espirituais que nos comprometemos antes de vir para a encarnação. O nascimento carnal é um fruto do compromisso que o espírito assume com Deus. Ele, para encarnar se compromete desta forma: Pai, eu vou me esforçar ao máximo para realizar minhas provações, para lhe provar que cresci, que não sou mais um bebê.

Este compromisso vem sendo desonrado a dezenas, centenas ou milhares de encarnações. É essa responsabilidade que precisamos começar a assumir.

Para isso, precisamos esquecer a responsabilidade material, ou melhor, não a usá-la como a verdadeira, mas pautar-se pela responsabilidade espiritual. Ao invés de brigar para vencer o outro, para pagar menos ou ganhar mais, devemos nos empenhar em brigar para provar a Deus que somos capazes de vencer a nossa prova.

Precisamos nos lembrar que nascemos para brigar conosco mesmo para poder amar ao próximo acima de todas as coisas e não para nos satisfazermos…


Esta é a hora. A mudança do planeta que todos estão falando é isso. Ela se consiste no espírito dizer que basta de ser criança, que basta de brincar de evolução espiritual e se concentrar realmente em evoluir…

Chegou a hora de cada um assumir o seu compromisso espiritual com Deus, com o próximo e com todo o Universo. E, principalmente, o compromisso com você mesmo, aquele que fez antes da encarnação e que agora joga pela latrina abaixo em troca do prazer e da satisfação…



Fonte http://www.universalismo.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário